Termos e Condições

Cada "Kit Se Cuida" contém 01 (um) canudo de metal e 01 (um) snack, que será distribuído gratuitamente aos usuários cadastrados.

O Kit estará disponível para retirada até o dia 31 de maio de 2019, no horário das 9h às 17h, na sede administrativa da Unimed Blumenau, localizada na rua das Missões, nº 455, bairro Ponta Aguda, Blumenau (SC).

Válido apenas 01 (um) Kit por CPF cadastrado.
Somente o portador do CPF cadastrado poderá retirar o Kit.
É proibida a comercialização e/ou venda do Kit.
fechar
menu mobile
Junho

Prevenção Coronavírus

#secuidahein

Confira o vídeo:

Não seremos mais os mesmos, mas uma coisa não pode mudar: a busca por uma vida ainda mais saudável.

#secuidahein

Dicas para o home office:

DICAS PARA O HOME OFFICE

 

Estabeleça horários

Tente manter uma rotina fixa ao acordar, tomar café, iniciar a jornada de trabalho, pausa para almoço e assim por diante.

 

Afaste as distrações do celular

Reserve tempo ao celular apenas para se comunicar profissionalmente.

Aplicativos e demais atividades precisam ser deixados para o momento de descanso.

 

Desligue a TV

Você precisa se concentrar em uma única atividade para não perder a concentração. Fazer a atividade com calma e foco evita erros e melhora a produtividade.

 

Respeite a pausa das refeições

Mantenha a sua refeição sempre no mesmo horário. Se possível cozinhe, e aproveite para se alimentar de maneira mais saudável nesse período.

 

Pausa ou alongamentos

Movimentar o corpo ajuda na saúde e até na produtividade. Olhar para um ponto focal diferente por alguns minutos e se alongar é um bom começo.

 

Respeite o horário de descanso

Estar em home office dá uma sensação de estar constantemente disponível para o trabalho. Se a demanda não for urgente, e se for possível, peça que aguardem.

 

Momento de descontrair

Reúna seus colegas para relatar como tem se sentido e saber o que eles estão fazendo. Você pode organizar um pique-nique, happy hpur ou tomar um café da manhã online com a equipe.

 

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

Compartilhe:

ler mais
Saúde mental em isolamento social

Filtre as notícias

A internet, as redes sociais e os grupos de WhatsApp estão abarrotados de informações sobre o novo coronavírus e, infelizmente, há muita informação falsa percorrendo a rede. Esse excesso de conteúdo pode ocasionar um estado mental de constante alerta, prejudicando o relaxamento e a capacidade de discernimento. Por isso, evite o excesso, consulte canais oficiais, assista ou leia o jornal uma vez ao dia.

Dica: filtre notícias que possam influenciar o seu humor.

 

Pense positivo

O momento atual de isolamento é necessário para um bem maior: o cuidado com a saúde de todos para conter a proliferação do novo coronavírus. Por isso, evite pensamentos vitimistas, achando que o fato de estar isolado é algo ruim, punitivo. Lembre-se que se trata de uma situação temporária em prol de uma causa justa.

Dica: ressignifique o momento atual como pessoa consciente da importância dessa contribuição.

 

Você não está só

Existe uma diferença entre solidão e solitude, e ambos esses sentimentos transitam entre as pessoas que precisam se isolar neste momento. A solitude é uma calma interior, a solidão é um vazio interno que pode potencializar a depressão. Por isso, é essencial utilizar diversos recursos, tecnologias, jogos, brincadeiras, leitura, dança para se fazer ativo e presente. Ligue para os amigos e familiares, faça videoconferências, mande mensagens.

Dica: dá pra promover encontros sociais virtualmente.

 

Seja otimista

O pessimismo impede a percepção de novos cenários, o que implica em deixar de buscar ou enxergar soluções. É preciso se permitir a pensar de forma diferente para aliviar o sentimento ruim causado pelo momento atual.

Dica: tenha fé, leia livros de autoajuda, busque outras perspectivas e lembre-se: nada é estável.

 

Mantenha-se ocupado

O ser humano precisa de movimento. Não é porque você está em casa que não pode fazer nada. Isso pode causar desânimo! Aproveite os recursos disponibilizados gratuitamente para praticar atividades físicas, aprenda novas receitas de culinária, leia um novo livro, assista a filmes, documentários e séries. Aprenda uma nova língua online, faxine a casa, organize o ambiente, livre-se do que não usa mais, recicle, enfim, mantenha-se ativo.

Dica: alivie a tensão do isolamento com atividades que você gosta.

 

Organize seu tempo

Tentar manter a agenda pode parecer confuso nessa fase de mudança da sua rotina. Mas, é possível fazer home office seguindo alguns hábitos do seu dia: acorde cedo, tome o seu café, faça alguma atividade matinal e conecte-se com o seu trabalho. Pare para almoçar, depois foque em sua entrega, tire um tempo para o café da tarde e curta o fim do expediente (com horas de sobra) para realizar outras atividades em seu tempo livre.

Dica: gerencie o tempo, considerando a sua rotina atual, sem perder o propósito.

 

Pratique a empatia

Milhares de pessoas estão pensando em como superar diversas questões financeiras, trabalhistas, de cuidado com os idosos e crianças em casa, etc. Por isso, a empatia nesses tempos difíceis é fundamental. Se puder ajudar, cooperar e cuidar do próximo, faça!

 

Além disso, há a questão da divisão de espaço dentro de casa, com outras pessoas do núcleo familiar. Para promover um bom ambiente a todos é interessante dialogar, colaborar, propor regras de convívio que tornem o ambiente agradável.

 

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

 

Compartilhe:

ler mais
Dicas para uma casa segura

Mantenha a casa sempre bem iluminada!

Use os suportes de apoio nas paredes dos banheiros e os corrimões das escadas, para maior estabilidade durante suas movimentações.

Evite uso de tapetes. Mas, se quiser mantê-los, assegure-se de que estão bem fixados com fitas antiderrapantes.

Elimine tudo que possa ser obstáculo ou provocar escorregões dentro de casa, como fios, brinquedos e outros objetos.

Não deixe o piso molhado. Evite produtos que deixem o piso escorregadio.

Tome cuidado com animais de estimação soltos pela casa e locais onde fazem as necessidades fisiológicas. Há risco de tropeçar e/ou escorregar.

Tente identificar motivos relacionados com você ou com o seu ambiente que possam levá-lo a cair. Corrija hábitos e atitudes que possam favorecer quedas.

Mesmo estando em isolamento social neste momento, pratique atividades físicas orientadas dentro de casa, para fortalecer seus ossos e músculos.

 

Em caso de emergência, acione o SOS Unimed:

0800 645 4747

 

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

Compartilhe:

ler mais
Dicas para fortalecer a imunidade

Alimentação

Alimente-se bem! Faça refeições saudáveis! A ingestão de alimentos prebióticos, por exemplo, melhora a saúde intestinal. O intestino representa 90% da nossa imunidade!

Cebola, alho, farinha de banana verde, batata doce, batata yacon e fibras (cereais integrais, frutas, verduras, legumes e sementes) são alguns alimentos importantes para a saúde intestinal.

 

Cebola: Rica em quercetina e alicina. Possui ação anti-inflamatória e antibacteriana.

Alho: Vitaminas A, C e E. Atua na prevenção de gripes e resfriados.

Gengibre: Rico em vitaminas B6 e C. Combate infecções na garganta.

Feijão, lentilha, grão de bico: Ricos em ferro e zinco. Atuam na prevenção de doenças.

 

Frutas cítricas:

Laranja, kiwi, morango, abacaxi, acerola, limão, caju e tangerina são frutas cítricas, e seu consumo é ideal para quem pratica esportes de alta performance. Essas frutas são ricas em fibras e vitamina C, que ajudam a aumentar a resistência e a produção das células de defesa do organismo e, além disso, contam com diversas propriedades anti-inflamatórias.

 

Corpo e mente

Mantenha uma rotina de sono adequada e controle a ansiedade e o estresse. Os hormônios liberados em situações de estresse podem diminuir a resistência do organismo.

Se você tomar as medidas de prevenção recomendadas, não há motivo para entrar em pânico.

Ocupe os pensamentos com outras atividades. Aproveite para colocar a leitura em dia, por exemplo!

Pratique alongamentos, mexa-se, como for possível.

Procure aplicativos com exercícios para fazer em casa. Há muitos aplicativos gratuitos disponíveis.

Nos intervalos dos programas de TV, levante-se, caminhe dentro de casa.

Lembre-se de pegar sol diariamente! A vitamina D é super importante para o corpo. Pegue sol na sacada, na varanda, na janela, como for possível.

 

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

Compartilhe:

ler mais
Saiba diferenciar os sintomas entre: COVID-19, gripe comum e resfriado

CORONAVÍRUS (sintomas vão de leve a severos)

Febre - Comum

Cansaço - Às vezes

Tosse - Comum (geralmente seca)

Espirro - Raro

Dores no corpo e mal estar - Às vezes

Coriza ou nariz entupido - Raro

Dor de garganta - Às vezes

Diarreia - Raro

Dor de cabeça - Às vezes

Falta de ar - Às vezes

 

GRIPE COMUM (início repentino dos sintomas)

Febre - Comum

Cansaço - Comum

Tosse - Comum (geralmente seca)

Espirro - Raro

Dores no corpo e mal estar - Comum

Coriza ou nariz entupido - Às vezes

Dor de garganta - Às vezes

Diarreia - Às vezes em crianças

Dor de cabeça - Comum

Falta de ar – Raro

 

RESFRIADO (início gradual dos sintomas)

Febre - Raro

Cansaço - Às vezes

Tosse - Leve

Espirro - Comum

Dores no corpo e mal estar - Comum

Coriza ou nariz entupido - Comum

Dor de garganta - Comum

Diarreia - Raro

Dor de cabeça - Raro

Falta de ar – Raro

 

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

 

Compartilhe:

ler mais
Acidentes infantis em isolamento social

Na piscina

Um adulto deve supervisionar de forma ativa e constante as crianças onde houver água, mesmo que saibam nadar ou os lugares sejam considerados rasos.

Alarmes e pacas de piscina garantem mais proteção, mas não eliminam o risco de acidentes.

FIQUE ATENTO!

Para uma criança se afogar, bastam 2,5cm de profundidade. O afogamento acontece de forma rápida e silenciosa!

 

Bicicleta, skate e patins

Ao adquirir brinquedos, considere a idade, o interesse e habilidade da criança.

Para brinquedos de movimento, procure locais seguros e faça uso de capacete e equipamentos de segurança (joelheiras de cotoveleiras).

 

Janelas, pisos e portas

Proteja as janelas, sacadas e mezaninos com redes ou grades e instale correntes que limitem a abertura das janelas.

Cuidado com chão liso e tapetes. Não encere o piso e providencie antiderrapantes nos tapetes para evitar escorregões.

Use protetores nas portas para impedir que a criança prenda a mão ou os dedos.

 

Queimaduras e eletricidade

Mantenha as crianças fora da cozinha quando o fogão ou forno estiverem ligados.

Cozinhe com o cabo da panela virado para dentro.

Use protetores de tomadas e substitua fios desencapados.

Crianças não devem brincar com pipas e papagaios próximo da rede elétrica.

Queimaduras de sol: evite a exposição entre 10h e 16h. Use protetor solar mesmo em dias nublados.

Cuidado com as velas, elas devem ficar longe dos pequenos, assim como de cortinas e lençóis.

 

Remédios e Produtos de Limpeza

Medicamentos, artigos de higiene, produtos químicos como álcool e produtos de limpeza e geral devem ser mantidos fora do alcance de crianças. Guarde sempre em armários altos e trancados com chave.

A prevenção é a melhor forma de evitar acidentes.

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

 

Compartilhe:

ler mais
Sucos para fortalecer sua imunidade

Nossas nutricionistas preparam três receitas que vão lhe ajudar.

 

SHOT ANTIOXIDANTE

Você vai precisar de:

- 10 gotas de própolis verde (extrato alcoólico)

- 1 colher de café de gengibre em pó

- Suco de 1 limão

 

Modo de preparo:

- Esprema o limão e misture com os demais ingredientes.

- Adicione um pouco de água.

- Beba imediatamente (beba de manhã, em jejum).

 

SUCO IMUNOPROTETOR

Você vai precisar de:

- 1 folha verde (couve, ora pro nobis, azedinha)

- 3 castanhas do Brasil

- ½ laranja ou 6 acerolas ou 1 kiwi

- 1 lasca de cúrcuma (raiz)

- Suco de 1 limão

 

Modo de preparo:

- Bata todos os ingredientes no liquidificador.

- Não coe, nem adoce.

 

CHÁ PARA A IMUNIDADE

Você vai precisar de:

- 350ml de água

- ½ limão (sem casca e sem semente)

- 1 lasca grossa de gengibre

- 1 colher de sopa de mel

 

Modo de preparo:

- Leve todos os ingredientes ao fogo, tampe bem e deixe ferver por 10 minutos.

- Beba morno antes de dormir.

 

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa Central de Atendimento Coronavírus:

0800 940 7800

 

Compartilhe:

ler mais
Protocolos para voltar para casa

Evite sair de casa. A melhor forma de se prevenir do contágio é permanecendo em sua residência. Mas, caso seja necessário sair, ao voltar, tome os seguintes cuidados:

 

- Ao chegar em casa deixe bolsas, chaves e carteiras em uma caixa na entrada.

- Deixe o calçado na entrada e coloque as roupas para lavar.

- Lembre-se de desinfetar as patinhas do seu pet.

- Limpe ou descarte as embalagens vindas da rua.

- Antes de encostar em qualquer coisa, higienize suas mãos.

- Limpe seu celular, óculos e demais objetos com sabão e água ou álcool.

- Se possível, tome um banho.

- Não compartilhe itens como toalhas, talheres e copos.

- Mantenha os ambientes sempre bem ventilados.

 

Se houver um caso suspeito em casa:

- Durma em camas/quartos separados;

- Lave roupas, lençóis e toalhas com mais frequência;

- Se possível, utilize banheiros diferentes e desinfete com água sanitária;

- Limpe e desinfete com frequência superfícies de alto contato: televisores e sofás, por exemplo.

 

Não é possível fazer desinfecção total mas, com pequenos atos, você pode reduzir o risco!

Respeite os dias de quarentena. Ao sair, você precisa reiniciar a contagem de dias.

Compartilhe:

ler mais
Doenças crônicas e o covid-19: fatores que favorecem complicações

Veja quais são estes fatores e se você se encontra em algum destes grupos de risco.

 

IDOSOS ACIMA DE 60 ANOS E PACIENTES COM CÂNCER

Pulmões enfraquecidos

Sistema imunológico fragilizado

 

CARDIOPATAS E HIPERTENSOS

Maior chance de ataques cardíacos e miocardite

Acúmulo de secreção e dano aos pulmões

Arritmias

 

DIABÉTICOS

Excesso de açúcar

Inflamação mais severa

Sintomas tardios devido à sobrecarga do corpo

 

DOENTES RESPIRATÓRIOS E FUMANTES

Pulmões enfraquecidos

Sistema imunológico fragilizado

Facilidade em desenvolver infecção por bactéria

 

OBESOS

Menor controle de pressão arterial e níveis glicêmicos

Menor capacidade de combater inflamações

Compartilhe:

ler mais

Ida ao mercado

Ida ao mercado

Lembre-se que é sempre melhor prevenir do que remediar.

 

- Prefira os estabelecimentos que estão tomando os cuidados preventivos.

- Use máscara e fique o menor tempo possível.

- Mantenha distância segura de outras pessoas.

- Prefira cartões ao invés de dinheiro.

- Se possível, utilize luvas.

- Mantenha os cabelos presos, evite acessórios e uso do telefone.

Compartilhe:

ler mais

Retorno para casa

Retorno para casa

Se você esteve em um local com número considerável de pessoas, como no mercado ou trabalho, vale a pena seguir algumas indicações para barrar o contágio ao chegar em casa. Confira:

 

- Ao chegar, deixe seu calçado do lado de fora.

- Mantenha chaves, carteira e pequenos objetos em uma caixa na entrada.

- Lave as mãos, retire sua máscara e coloque de molho em água com sabão (se não for do modelo descartável).

- Procure não tocar em nada e dirija-se ao banho, colocando suas roupas para lavar.

Compartilhe:

ler mais
Cuidados ao usar máscaras

É muito importante lavar bem as mãos antes e após o uso, destinando-a sempre a um saco plástico próprio ou lavagem imediata. Dessa forma, você cuida de você e também de quem você ama.

 

Antes de colocar, lave bem as mãos.

Ajuste-a para cobrir nariz, boca e não causar desconforto.

Use sempre ao sair de casa.

Leve uma reserva. O tempo de uso útil da máscara é de 2 horas.

Evite tocá-la enquanto usa.

Retire-a sempre pelo elástico.

Coloque-a em saco plástico próprio.

Lave bem as mãos novamente.

Compartilhe:

ler mais
Você sabe quanto tempo o Covid sobrevive em cada superfície?

No alumínio – por 2 a 8 horas.

Em luvas cirúrgicas – por 8 horas.

No aço – por 48 horas.

Na madeira e no vidro – por 4 dias.

No plástico – por 5 dias.

 

Não se esqueça de sempre lavar as mãos e tenha álcool em gel como aliado na prevenção desse e de outros vírus!

Compartilhe:

ler mais
Saúde mental das crianças

Com a ajuda de várias pessoas encontramos dicas de como lidar com este cenário quase que diariamente e por aqui não seria diferente. A Unimed Blumenau, junto com a Turminha da Coragem, separou algumas dicas para ajudarmos nossos pequenos heróis, confira.

 

- Não repreenda emoções de ansiedade e tristeza da criança. Motive-a a se expressar e explique que são emoções naturais e importantes!

- Seja honesto com a criança e explique de maneira apropriada à idade o que é a doença e os cuidados necessários para se proteger dela.

- Elabore cartazes e quadros que a faça compreender a atual situação e a ter domínio sobe ela. Por exemplo, um calendário para ela acompanhar e eliminar os dias, um quadro com orientações para controle e prevenção do vírus.

- Tenha paciência e aja com gentileza. Lembre-se que mesmo para um adulto, é difícil expressar o que sente.

- Propicie atividades criativas como desenhos e jogos, para fins de entreter.

- Tente mudar os materiais, texturas e temas diariamente. Inclua um dia com água, outro de culinária, outro de tintas e desenhos, outro de recortes e colagens, música, e siga variando as brincadeiras.

- Não recorra ao alarmismo e à superproteção. Perceba como você fala e age dentro de casa. Você precisa manter a calma para que eles sintam segurança.

- Mantenha uma rotina familiar. É importante inovar dentro das relações e isso inclui as crianças. Incentive a criança a manter contato seguro com seus amigos e familiares.

 

Vamos vencer esta batalha juntos!

Compartilhe:

ler mais
Quando e onde devo buscar ajuda?

CORIZA

Fique em casa!

 

CORIZA + FEBRE

Fique alerta em casa!

 

CORIZA + FEBRE + TOSSE

Procure um posto de saúde

 

CORIZA + FEBRE + TOSSE + FALTA DE AR

Procure um serviço de urgência

Compartilhe:

ler mais

Dicas Nutricionais

Dicas Nutricionais

Tente acordar e dormir nos horários habituais, assim, a fome surgirá nos horários que já está acostumado.

Procure realizar suas refeições a cada 3 horas, ou seja, de 5 a 6 refeições ao dia com 3 refeições principais (desjejum, almoço e jantar) e 2 a 3 lanches nos intervalos.

Fique atento! Durante a quarentena é comum sentir ansiedade, com aumento de fome. Passar longos períodos sem comer pode aumentar essa sensação, nos fazendo dar preferência por guloseimas.

Inicie seu dia com uma fonte de energia como 1 fatia de pão integral, ou tapioca, ou granola, acompanhado de 1 ou 2 frutas.

Nos lanches, prefira 1 a 2 frutas, ou 1 pote de iogurte, ou 1 punhado de oleaginosas como castanhas, nozes e amendoim. Se a fome insistir, combine as frutas e o iogurte com 1 colher de sopa de aveia ou granola.

No almoço, inicia a montagem de seu prato com saladas cruas e/ou vegetais cozidos, ocupando metade de seu prato. As porções de carne devem ocupar o tamanho da palma da sua mão e os carboidratos (como arroz, tubérculos e massas)o tamanho do seu punho fechado.

Se tiver feijão, adicione meio punho fechado (ou meia concha pequena em média).

Na janta você pode repetir as opções do café da manhã, ou do almoço.

Outra sugestão é tomar 1 prato de sopa de legumes.

De uma forma geral, para que não faltem nutrientes para manter o seu corpo saudável e sua imunidade fortalecida, você deve incluir na rotina de alimentação diária:

- 3 a 5 frutas;

- 3 a 5 tipos de vegetais;

- 3 porções de proteínas (ovos, lacticínios e carnes);

- 3 porções de carboidratos como pão integral, cereais, tubérculos e massas (dividir 1 porção em cada refeição principal. Evite consumir nos intervalos).

E não esqueça de se hidratar! Tente beber pelo menos 2 litros de água por dia.

DICAS IMPORTANTES:

Evite ter guloseimas em casa. É difícil resistir em tempos de estresse e ansiedade.

Mastigue várias vezes e devagar. Quando mastigamos poucas vezes, nosso cérebro e sistema gastrointestinal recebe menos sinais de saciedade.

Estudos mostram que pessoas que mastigam bastante comem até 30% menos em relação aos que comem rápido.

Prefira alimentos na forma crocante, pois nos “obrigam” a mastigar mais, como granola, castanhas, saladas cruas, coco em lascas, pipoca sem gordura.

Procure manter sua mente ativa e relaxada para não pensar em comida.

Realize atividades que gostaria de fazer, mas nunca teve tempo.

Pense que não é sempre que passaremos tanto tempo em casa, então, aproveite!

Em caso de dúvidas, solicitamos que entre em contato com a nossa Central de Atendimento Coronavírus: 0800 647 0026

Compartilhe:

ler mais
Dicas para evitar a ansiedade

Sabemos que em alguns momentos, principalmente devido ao isolamento social, preocupação com aqueles que amamos e quantidade de informação, podemos ficar ansiosos. Por isso, preparamos algumas dicas que vão lhe ajudar no dia-a-dia.

- O excesso de informação pode criar muita ansiedade.

- Evite escutar notícias sobre o coronavírus e a economia o dia todo.

- Escolha um momento do dia para assistir o noticiário.

- Ocupe seu dia fazendo atividades que não estejam relacionadas com o tema coronavírus.

- Invista no autocuidado, sentir-se bem melhora a autoestima.

- Faça algo que você gosta, leia um livro, desenhe, assista filmes alegres ou ouça suas músicas favoritas.

Em caso de dúvidas, solicitamos que entre em contato com a nossa Central de Atendimento Coronavírus: 0800 940 7800

Compartilhe:

ler mais