Termos e Condições

Cada "Kit Se Cuida" contém 01 (um) canudo de metal e 01 (um) snack, que será distribuído gratuitamente aos usuários cadastrados.

O Kit estará disponível para retirada até o dia 31 de maio de 2019, no horário das 9h às 17h, na sede administrativa da Unimed Blumenau, localizada na rua das Missões, nº 455, bairro Ponta Aguda, Blumenau (SC).

Válido apenas 01 (um) Kit por CPF cadastrado.
Somente o portador do CPF cadastrado poderá retirar o Kit.
É proibida a comercialização e/ou venda do Kit.
fechar
menu mobile

Setembro/2019

Saúde Mental

Saúde Mental

Depressão: a doença conhecida como o mal do século

Depressão: a doença conhecida como o mal do século
Depressão é uma doença psiquiátrica crônica que pode atingir pessoas de qualquer faixa etária. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é um transtorno mental frequente e comum que afeta cerca de 300 milhões de pessoas no mundo. Pesquisas mostram que a doença é causada por uma combinação de fatores genéticos, biológicos, ambientais e psicológicos. Os quadros variam de intensidade e duração e podem ser classificados em três diferentes graus: leve, moderado e grave.

A doença, quando de longa duração e com intensidade moderada ou grave, pode se tornar uma grave condição de saúde. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento, resultando, muitas vezes, em problemas no trabalho, escola, família e, até mesmo, levar ao suicídio. Segundo pesquisas da OMS, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano, sendo a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos.

 

Causas da depressão

A depressão pode se desenvolver em decorrência de desequilíbrios cerebrais, com a diminuição de neurotransmissores, como a serotonina, hormônio ligado à sensação de prazer e bem-estar; fatores genéticos que podem ser provocados por uma disfunção bioquímica do cérebro; hipotireoidismo; consumo de drogas; excesso de uso de medicamentos; doenças físicas; mudanças importantes na vida; traumas; estresse e etc.

 

Sintomas da doença

Os sintomas de depressão afetam a maneira como o indivíduo se sente, pensa e lida com atividades diárias, como dormir, comer, se exercitar e trabalhar. Sabe-se que a forte sensação de desânimo, alterações frequentes de humor, baixa autoestima e tristeza profunda são sintomas comuns da doença. Porém, existem diversos outros sintomas que precisam de atenção, como, por exemplo:

  • Anedonia (falta de interesse);
  • Alteração brusca de peso (perda ou ganho de peso sem intenção);
  • Distúrbio de sono (insônia ou sono em excesso);
  • Agitação ou apatia psicomotora com frequência;
  • Fadiga e perda de energia constante;
  • Sentimento permanente de culpa, falta de esperança, sentir-se inútil, insegurança, desespero e vazio;
  • Falta de concentração;
  • Pensamentos constantes de não viver;
  • Alteração da libido e diminuição do desejo sexual;
  • Irritabilidade, mover-se e falar devagar;
  • Ansiedade e angústia;
  • Dores sem causas físicas, como: dor de cabeça, cólicas ou problemas digestivos;
  • Movimentos físicos sem sentido, por exemplo, apertar a mão de forma constante e nervosa;
  • Necessidade de um grande esforço para fazer coisas que antes eram fáceis;
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria;
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade;
  • Não conseguir diferenciar as emoções negativas;
  • Sintomas clinicamente inexplicáveis.

Além dos sintomas, existem fases e tipos de depressão, como por exemplo, o Transtorno Depressivo Recorrente, distúrbio que envolve repetidos episódios depressivos, como humor deprimido, perda de interesse e prazer e energia reduzida. Outro tipo é o Transtorno Afetivo Bipolar, que consiste na alternância entre episódios de humor. Esses episódios envolvem humor exaltado ou irritado, excesso de atividades, pressão de fala, autoestima inflada e uma menor necessidade de sono, bem como a aceleração do pensamento.

Muitas vezes, no início, os sinais da enfermidade podem não ser reconhecidos. O que é preciso ficar atento e não desconsiderar, são possíveis referências a ideias suicidas ou de autodestruição.

A depressão é uma doença que atinge várias pessoas, porém, de maneiras e sintomas diferentes. Ela precisa de atenção, carinho, dedicação, companheirismo das pessoas próximas ao paciente e, principalmente, amor. É importante destacar que a depressão é diferente da tristeza. Ela precisa do olhar do próximo, de entendimento e de ajuda. Tenha atenção aos sintomas da doença e em caso de dúvidas ou persistência de indícios, procure ajuda médica.

Compartilhe: